Uso imprudente de fogos de artifício expõe audição a danos irreversíveis

fogos-das-festas-juninasCom a chegada das festas juninas, chega também uma tradição popular. O uso de fogos de artifício. Mesmo sendo divertidos, eles representam riscos à saúde, pois, se manuseados sem às devidas orientações técnicas, podem causar acidentes, como queimaduras e amputações, nos casos mais graves.

No entanto, outro risco frequentemente desconsiderado por quem faz uso de fogos é a chance de prejudicar a audição, devido à exposição ao alto ruído das explosões. Segundo a fonoaudióloga Vanessa Gardini, as explosões dos fogos de artifício causam um deslocamento de ar muito grande, comprometendo a audição, caso atinja os ouvidos com muita força. “Normalmente, estes barulhos ultrapassam facilmente os 140db (decibéis), sendo que o nível máximo recomendado de exposição sonora é de 85db”, detalha.

A exposição a ruídos elevados, como o dos fogos, pode causar uma série de danos aos ouvidos. “Barulhos muito altos, acima de 140db, podem romper os tímpanos, causar perda auditiva temporária ou permanente, além de zumbido”, alerta a especialista.

Quem sofreu com perda de audição devido a explosões foi Edson Gonçalves, comerciante de Sorocaba (SP). “Quando era mais novo, um amigo estourou um rojão do meu lado direito. Na hora, senti muita dor e o ouvido abafado. Desde então, nunca mais ouvi bem com o ouvido direito. Fui ao médico e, após a audiometria, ele detectou perda auditiva severa no ouvido direito. Para voltar a ouvir melhor, só com aparelho auditivo”, conta.

Os sintomas mais comuns de que a audição foi prejudicada pelas explosões é a sensação de ouvido entupido e dores ou dificuldades para escutar. “Caso a pessoa sinta algum destes sinais, o ideal é buscar assistência médica especializada, imediatamente, lembrando que o melhor a fazer é evitar o problema”, recomenda a fonoaudióloga.

Para prevenir problemas auditivos com fogos de artifício o ideal é seguir as orientações:

  • Manter distância segura do lançamento dos fogos. Quanto mais longe estiver, menor serão os impactos da onda de choque causada pela explosão;
  • Utilizar protetores auriculares, uma vez que a utilização de proteção para os ouvidos abafa os sons, diminuindo a intensidade com que o barulho atinge o sistema auditivo.

Fonte: Pró-Ouvir Aparelhos Auditivos Siemens.

Aparelho para surdez unilateral: de deficiente a ciborgue
Região Metropolitana de Sorocaba pode ter mais de 75 mil pessoas com problemas de audição
The following two tabs change content below.

Juliana Tavares

Juliana Tavares é jornalista, empreendedora, editora de conteúdo e diretora de atendimento da j2 Comunicação. É, ainda, colaboradora da Eaxdesign, em portais de negócios, comportamento, inclusão social e turismo.

Últimos artigos por Juliana Tavares (Ver todos)

 

Nenhum comentário

Seja você o primeiro a deixar seu comentário!

Deixar um comentário

 
 



 

Sobre nós


O portal Deficiência Auditiva foi idealizado por uma equipe de profissionais preocupada em alertar a população sobre aspectos relacionados à deficiência auditiva.

Nossas Rede Sociais